Falácias do agronegócio no Brasil

O AGRONEGOCIO SUSTENTA  O BRASIL  OU  O BRASIL SUSTENTA O AGRONEGOCIO ?

 

A  OCDE – Organização Mundial de Comercio e Desenvolvimento – criou um indicador para medir o grau de subsidio agrícola em cada pais, que se chama PSE (PERCENTAGE PRODUCER SUPPORTESTIMATE).

Por esses critérios, a organização avalia que no BRASIL, os fazendeiros do agronegócio que produzem para exportação receberam subsídios do governo equivalentes a:

2004:  valor de  três bilhões de dólares,

2010:  valor de 10 bilhões de dólares ou 27 bilhões de reais, por ano.

Isso significa um subsidio que a sociedade paga através do governo para o setor do agronegócio equivalente  a  5% (de tudo o que eles produziam em 2004) passando para  15% em 2010.

Sem contar que todo valor exportado em commodities agrícolas, como soja, milho, etanol, não pagam nada de imposto- nem ICMS, nem imposto de exportação, isentos que estão pela lei Kandir do governo FHC.

Fonte:  entrevista do presidente da ABRA, Gerson Teixeira, à pagina da Unisinos. 28 jan 15

 

MUITA TERRA E  POUCA GENTE: AONDE?

O principal argumento utilizado pela senadora e ministra KATIA ABREU  contra os povos indígenas é de que essa população brasileira já teria muita terra.

Afinal são “apenas”   900 mil brasileiros de etnia indígena vivendo em reservas naturais que totalizam 112 milhões de hectares. Isso dá uma média de 137 ha por pessoa.

No entanto, ela esquece de avisar ao povo, de que há no BRASIL  69 mil fazendeiros que possuem, segundo o IBGE -2010,   228 milhões de hectares,  equivalendo a 3.160 ha por pessoa.

Sendo que  80% desses fazendeiros nem sequer residem nessas fazendas.  E esse setor dá emprego para apenas  719 mil trabalhadores assalariados rurais, 50% deles sem carteira assinada e nem acesso a nenhum direito trabalhista e previdenciário..

Fonte: IBGE, censo de 2010.

 

A REALIDADE DAS SEMENTES  TRANSGÊNICAS  NO MUNDO

1.Há no mundo aproximadamente  um bilhão de hectares cultivados na agricultura.   Em torno de 181 milhões de ha são cultivados com sementes transgênicas ( cerca de 18%) basicamente soja, milho e algodão. Só no Brasil a CONAB compra 297 tipos diferentes de produtos alimentícios originários da agricultura camponesa e familiar!

2.Há no mundo três bilhões de pessoas que vivem no campo, a maioria como camponeses e agricultores familiares.   Somente 18 milhões deles, os fazendeiros, usam sementes transgênicas.

3.Há no mundo 192 países. Em apenas 28 países é permitido o cultivo de transgênicos, sendo que, em quatro deles, são os principais, que representam 90% de todas sementes: Estados Unidos, Canadá, Brasil e Argentina.

4.Na safra de 2014, a área cultivada com transgênicos aumentou em 6 milhões de hectares. Três milhões a mais nos Estados Unidos e dois milhões no Brasil, ou seja cresceu somente em dois países.

Fonte: Jornal Valor Econômico, SP, 29 janeiro 2015

Fonte do Texto: Associação dos Amigos da Escola Nacional Florestan Fernandes